Dieta Da Moda: Delimitar Horário Para Ingerir Assistência A Emagrecer

Esteira, Bicicleta Ou Transport


De tempos em tempos aparece uma nova dieta da moda. No instante, jornais internacionais falam da chamada "Time-Restricted Eating", que prega que você podes ingerir o que quiser, desde que respeite uma janela de horário e, mesmo dessa maneira, vai emagrecer. O jornal britânico "Daily Mail" publicou nessa semana uma reportagem no qual um guru fitness defende essa dieta da moda . Ele fala que com só duas refeições por dia com todos os grupos alimentares é possível se alimentar bem e perder peso. Neste instante o "Huffington Postagem" da Austrália traz um estudo que explica melhor esse tipo restritivo de alimentação .


A busca está sendo montada pelo Mary MacKillop Institute for Health Research, da Australian Catholic University. A ideia é apreender como o horário da alimentação defendido na ideia do "Time-Restricted Eating" influencia pela saúde e pela dúvida do peso. Evelyn Parr, causador da procura, explica ao jornal australiano, que essa ideia não diz respeito a ingerir menos calorias, mas eliminar o horário que se precisa comer. É uma espécie de jejum. Por esse caso, o tempo entre a última refeição do dia e a primeira será extendido. De acordo com Evelyn, o tempo que as pessoas geralmente ficam em jejum - ao longo da noite - é muito baixo. Ela diz mesmo quando tomar conta do horário da alimentação já será bastante pra cortar calorias e ainda emagrecer, mesmo sem abandonar o que gosta e até mesmo as bebidas alcóolicas, devido a ajustes no relógio biológico.



A especialista cita um estudo que começou com fatos de um aplicativo de celular. Perceberam que as pessoas, por conta de fotografias do que estavam comendo, passavam de 12 a quatrorze horas por dia alimentando-se. A opinião foi apagar este tempo para 10 a 12h. Não foi dito nada sobre das calorias que deveriam ser ingeridas. Ao fim do experimento, somente com a diminuição do horário, houve emagrecimento. No estudo que ela lidera, a proposta é tomar café às 10h e jantar às 18h, cinco vezes pela semana.



Isso se dá devido ao que é denominado como EPOC, exagero de consumo de oxigênio pós-exercício, que facilita a mobilização e utilização da gordura estocada no tecido adiposo. Para que pessoas tem como intuito a redução de gordura, esta forma de treino podes ser muito eficaz”, alega Cacá Ferreira, gerente técnico corporativo da Cia Athletica. Pra confirmar a eficiência do treinamento, a faculdade de New South Wales, na Austrália, fez uma procura, em 2012, com jovens sedentários com sobrepeso pela qual, durante três meses, eles fizeram treinos HIITs de 20 minutos, três vezes na semana. Ao conclusão, estes adolescentes conseguiram apagar o percentual de gordura, principalmente a visceral, mesmo sem terem mudado a alimentação. Os treinos consistem em uma série de exercícios aeróbicos que devem ser realizados em intensidade máxima, por um curto período de tempo e intercalados com pequenos momentos de descanso.


Não exigem materiais e, desse modo, podem ser feitos em cada espaço e a cada hora. Além do mais, ao executar os movimentos em alta velocidade, aumenta-se o risco de sofrer uma lesão, principalmente se a pessoa tem pouca perícia e não conta com a indicação de um profissional. Ao ser desempenhado de forma errada, o treino poderá gerar uma sobrecarga de forma desequilibrada no corpo humano como todo, resultando em possíveis lesões nos músculos, tendões, articulações e ossos”, explica o professor da Cia Athletica. Outro fator que pode ampliar o risco de lesão é a padronização dos treinos. Segundo Guilherme, o grau de intensidade varia muito de ser para indivíduo, sem expressar que cada corpo humano responde de maneira diferente a um mesmo estímulo.


Algumas pessoas querem se preservar na dieta, mas não gostam do sabor doa alimentos integrais, o que alguns não sabem é que possível, sim, preservar uma alimentação balanceada sem necessitar deles. Basta consumir pratos magros e abusar das saladas. Confira abaixo, informações para o cardápio! Vantagens: Um dos riscos de não ingerir itens integrais é permanecer com o intestino confinado. A combinação sugerida garante um bom subsídio de fibras para contornar a complicação. Vantagens: A massa, por ser de arroz, não contém glúten, durante o tempo que o panache de legumes é cheio de vitaminas A, B, C e E. Neste instante o gengibre acelera o metabolismo, aumentando a queima calórica.


Após uma sensacional noite de sono, você se sente mais maravilhosa e bem mais disposta! A todo o momento que uma pessoa fala em perder peso, neste instante vem à nossa cabeça aquela dieta sofrida e penoso, cheia de restrições alimentares que, logo em seguida, nos fará voltar ao peso inicial. Dá um desânimo, né? Entretanto o médico americano Michael Breus vai levantar teu astral rapidinho. Autor do livro “The Sleep Doctor’s Diet Plan” (pela tradução do inglês, “O Plano de Dieta do Médico do Sono”, ainda sem edição no Brasil), ele aposta em um mecanismo qualificado de diminuir todas as dietas. E o segredo é dormir!



Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *